Algumas curiosidades da Cozinha Italiana

Mamma Mia! Começamos a escrever esse post já salivando!

Nem tudo na Itália se resume à pizza e pasta como estamos acostumados a pensar… Que a sua gastronomia é uma das mais saborosas do mundo também já estamos fartos de saber. Preparado, então, para conhecer algumas outras curiosidades sobre esta cozinha?

 

A famosa bruschetta

A entrada mais pedida em nosso restaurante, a bruschetta, foi criada no século XV, e seu nome vem do verbo bruscare, que significa “tostar na brasa”. A receita original leva apenas pão torrado, alho, pimenta, azeite de oliva e sal, porém, a versão que se espalhou pelo mundo – e que é a mais conhecida atualmente – leva também tomate e manjericão.

 

Pizza egípcia?

Pasmem, a redonda mais amada pelos paulistanos não foi criada na Itália, mas sim no Antigo Egito! Os egípcios consumiam uma massa feita à base de farinha e água muito semelhante àquela usada para fazer a massa da pizza. Porém, foi na Itália que o prato original foi “gourmetizado”, ficando famoso no século XIX, com a receita preparada no formato redondo que conhecemos atualmente.

Foi no ano de 1889 que o pizzaiolo Rafaelle Espósito homenageou a rainha Margherita, em visita à Nápoles, com o sabor homônimo da pizza, recheada de ingredientes que fazem alusão às cores da bandeira italiana: queijo (branca), manjericão (verde) e tomate (vermelha).

Outra curiosidade sobre a pizza é que na Itália elas são consumidas individualmente, como se fossem as brotinhos aqui no Brasil.

 

 

Formatos para todos os gostos

A Itália é dividida em mais de 20 regiões e cada uma delas tem sua própria cozinha e pratos típicos. Se você planeja visitar o país, não deixe para depois o que você pode comer hoje, pois certamente não encontrará em outra região! 😉 A linguiça toscana, por exemplo, é típica da região de Toscana.

Não é à toa que a Itália é conhecida pelas suas massas: os italianos possuem mais de 450 – sim, você leu direito: qua-tro-cen-tos e cin-quen-ta – tipos de massas! Estão divididas em duas categorias principais: massa curta (corta em italiano), como rigatoni, penne, farfalle, etc., e massa longa (lunga em italiano) como spaghetti, bucatini, linguini, etc. A categoria curta também é dividida em outras duas que são chamadas de liscia pasta (suave), que são lisas, e as regate penne (franzida), que possuem vincos que permitem maior absorção de molho.

Não é para menos que, em média, um italiano coma mais de 24 kg de pasta por ano!

 

E para acompanhar aquele vinho…

Ahhh, os queijos… Na Itália existem mais de 400 – sim, qua-tro-cen-tos – tipos de queijos, e cada região produz o seu. A enorme variedade também é produzida por vários diferentes tipos de leite, como o leite de vaca, cabra, ovelha e búfala, e outros apenas com o soro de queijo, que é o caso da ricota. Os mais populares são o gorgonzola, provolone, parmesão e mozzarella.

 

Agora, uma licencinha, por favor! É hora de saborear uma deliciosa pasta no La Mamma Cucina… Voltaremos no próximo post e aguardamos você em nosso restaurante! 😉

Facebook
Twitter
Google+
http://www.lamamma.com.br/algumas-curiosidades-da-cozinha-italiana/